Salário Maternidade: conhecendo as seguradas

O Salário Maternidade é um tipo de benefício previdenciário que surge quando há o nascimento, aborto não criminoso, adoção ou guarda judicial para fins de adoção de criança.

Para recebe-lo é preciso que haja contribuições ao INSS. As alíquotas variam de acordo com o tipo de segurado. Vamos conhecer?

“Descobri uma gravidez tardia. Fui reintegrada. Recebo pelo período que fiquei fora ou não?”

a rescisão do contrato de trabalho da obreira gestante, durante o período de gestação, ainda que desconhecida a gravidez pelo empregador ou até mesmo pela empregada, quando do ato da dispensa, não afasta o direito a reintegração ou pagamento da indenização decorrente da estabilidade não usufruída. Venham saber mais

SALÁRIO MATERNIDADE – direito da mamãe e do papai também!

O Salário Maternidade é um tipo de benefício previdenciário que surge quando há o nascimento, aborto não criminoso, adoção ou guarda judicial para fins de adoção de criança. Foto por Daria Shevtsova em Pexels.com Como o nascimento ou adoção do filho faz com que a mulher se ausente do trabalho ou sua fonte de renda,…

Rede Cegonha parte 5 – Atenção integral à saúde da criança

Já pensaram que o ser humano é o único animal que após o nascimento tem uma dependência integral da sua mãe para sobrevivência por um longo período? E não é por pouco tempo. São, no mínimo, dois anos e, são estes dois primeiros anos que a Rede Cegonha cuida no Componente 4: atenção integral à saúde da criança. Infelizmente o Brasil encampa uma posição não muito agradável quanto aos número referente a mortalidade infantil. De acordo com os dados estatísticos, o número vem baixando consideravelmente, porém, a meta é a meta de garantir o direito à vida e à saúde a toda criança brasileira, então é preciso ainda muita atenção. Combater a mortalidade infantil é uma das metas da Agenda 2030, que já falamos por aqui. E, o projeto Cegonha, desenvolve um trabalho que vai exatamente fortalecer o compromisso do Brasil ao buscar qualificar equipe e mãe à atenção neonatal e aos cuidados da criança até os 2 anos de idade completos.

Rede Cegonha parte 3 – a proteção da mamãe e do bebê através das Centro de Parto Normal

O parto é o momento mais esperado pelas gestantes. É quando irão conhecer um novo modelo de amor. A forma de nascer humanizada tornará este momento ainda mais único e especial para se tornar a experiencia natural e fisiológica que é. Por isso é importante que seja feito em um ambiente adequado e que respeite a mulher. Conheça os centros de parto normal.

Rede Cegonha parte 2 – o direito da mulher de planejar sua gravidez e pré-natal

a Rede Cegonha é um projeto instituído no âmbito do Sistema Único de Saúde que consiste em uma rede de cuidados que asseguram para a "mulher o direito ao planejamento reprodutivo e à atenção humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério, bem como à criança o direito ao nascimento seguro e ao crescimento e ao desenvolvimento saudáveis através de um pré-natal de qualidade em que tenha a mulher como autora da sua própria gravidez.

Rede Cegonha parte 1 – a proteção da futura mamãe e do bebê

A saúde da mamãe e do bebê, a luta contra a mortalidade infantil e da gestante, é o 3o dos 17 objetivos do desenvolvimento sustentável da ONU previstos na Agenda 2030. A Rede Cegonha vem garantir que esta meta seja atendia proporcionando tanto a mulher como ao bebê que irá nascer todos os cuidados necessários desde o pré-natal até os 2 anos de idade.