Rede Cegonha parte 5 – Atenção integral à saúde da criança

Já pensaram que o ser humano é o único animal que após o nascimento tem uma dependência integral da sua mãe para sobrevivência por um longo período? E não é por pouco tempo. São, no mínimo, dois anos e, são estes dois primeiros anos que a Rede Cegonha cuida no Componente 4: atenção integral à saúde da criança. Infelizmente o Brasil encampa uma posição não muito agradável quanto aos número referente a mortalidade infantil. De acordo com os dados estatísticos, o número vem baixando consideravelmente, porém, a meta é a meta de garantir o direito à vida e à saúde a toda criança brasileira, então é preciso ainda muita atenção. Combater a mortalidade infantil é uma das metas da Agenda 2030, que já falamos por aqui. E, o projeto Cegonha, desenvolve um trabalho que vai exatamente fortalecer o compromisso do Brasil ao buscar qualificar equipe e mãe à atenção neonatal e aos cuidados da criança até os 2 anos de idade completos.

Rede Cegonha parte 1 – a proteção da futura mamãe e do bebê

A saúde da mamãe e do bebê, a luta contra a mortalidade infantil e da gestante, é o 3o dos 17 objetivos do desenvolvimento sustentável da ONU previstos na Agenda 2030. A Rede Cegonha vem garantir que esta meta seja atendia proporcionando tanto a mulher como ao bebê que irá nascer todos os cuidados necessários desde o pré-natal até os 2 anos de idade.